Este site não usa cookies. A Unidade de Diagnóstico de Itapetininga não armazena dados dos internautas. Trabalhamos em conformidade com a Lei Nº 13.709 - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

Exames

Nós entendemos o quanto é importante para você, paciente, se sentir seguro e confiante quando necessita realizar um diagnóstico por imagem, é por esse motivo que disponibilizamos uma estrutura completa, com profissionais altamente qualificados. A UDI está pronta para oferecer a segurança e assistência que você merece. Conheça nossos exames!

Ultrassonografia

É um exame de imagem diagnóstico que serve para visualizar em tempo real qualquer órgão ou tecido do corpo. Quando o exame é realizado com Doppler, o médico consegue observar o fluxo sanguíneo dessa região.

Ultrassonografia 4D

A imagem vista no ultrassom 4D é uma composição de diversas imagens bidimensionais, que representa a pele que envolve o bebê. Esta imagem final mostra detalhes como: formatos da boca e nariz. Neste método, os pais podem ver as cenas em tempo real. Ou seja, enquanto o médico capta as imagens, é possível acompanhar os movimentos do feto, como o mexer das perninhas, abrir e fechar de boca, e olhos e até visualizar seus estímulos e expressões ao ambiente interior.

Ultrassonografia 5D
(4D HD Live)

A ultrassonografia é 5D é o mais novo desenvolvimento em imagem de gravidez. Ele captura e combina dados de volume de alta definição para criar imagens automatizadas com incrível clareza e cor. Além das feições bem definidas, também é possível visualizar os movimentos e expressões do feto na barriga da mãe. Os exames 4D e 5D (4D live) são realizados entre a 26ª e a 28ª semana de gestação, pois nessas semanas o bebê já cresceu bastante e ainda existe uma boa quantidade de líquido amniótico na barriga da mãe. Quanto mais líquido, mais espaço, sendo melhor a visualização. Quanto maior o feto, menos espaço, sendo pior a visualização. A diferença entre o 4D e o 5D (4D HD live) são variações da tecnologia e dos filtros de imagens, sendo que ambos proporcionam uma boa caracterização das cenas em tempo real.

Radiografia

É uma técnica de exame de imagem que utiliza raios-X para ver um material cuja composição não é uniforme como o corpo humano. Um feixe heterogêneo de raios-X é produzido por um gerador e projetado sobre um objeto. A densidade e a composição de cada área determina a quantidade de raios-X absorvida.

Mamografia

A mamografia é um exame que deve ser realizado anualmente entre mulheres acima de 40 anos, ou sob recomendação médica. É uma ferramenta utilizada na prevenção do câncer, permitindo a detecção precoce, em estágio inicial, possibilitando o tratamento e aumento grande nas taxas de cura. Esse exame deve ser de rotina para mulheres nessa idade, buscando a prevenção de câncer de mama. Sendo possível também a identificação de nódulos e outras alterações benignas. Esse exame é indicado pelo médico ginecologista, porém é importante que a mulher analise as mamas em casa, preferencialmente de frente para um espelho. Nessa avaliação ela deve apalpar os seios em busca de nódulos, inchaço, dor ou até mesmo mudança de coloração nos mamilos. Caso encontre um desses sintomas, deve procurar o médico.

Densitometria Óssea

Densitometria óssea é um exame realizado para medir a densidade de minerais dos ossos (DMO). Este exame é a única maneira confiável para determinar se existe perda de massa óssea. Logo, ele é fundamental para diagnosticar a osteoporose, osteopenia e demais doenças que atacam os ossos.

Ecocardiograma Bidimensional com Doppler

É um exame direcionado à avaliação do coração, de alta sensibilidade, rápido e não invasivo. Utiliza feixes de ultrassom para obter imagens da anatomia do coração em tempo real, possibilitando avaliar sua estrutura (câmaras, músculos, válvulas, grandes artérias e veias).

Ecocardiograma Sob Stress Farmacológico

O "eco cardiograma sob stress" é realizado na forma farmacológica, onde são administradas drogas endovenosas (dobutamina ou dipiridamol, associadas ou não a atropina), que aumentam a demanda de oxigênio do coração, permitindo diagnosticar uma deficiência na contratilidade regional do músculo cardíaco (miocárdio), decorrente de uma inadequada perfusão sanguínea, geralmente consequente a uma obstrução nas artérias coronárias.

Teste Ergométrico

O Teste Ergométrico ou prova de esforço é um exame complementar usado pelos cardiologistas que consiste em submeter o indivíduo a uma determinada carga de esforço que é graduada e monitorizada pelo eletrocardiograma. Ele tem por objetivo aumentar a demanda metabólica do paciente examinado e especialmente do seu coração para que, nessas condições, possa ser avaliada a capacidade física, a presença de isquemia ou de arritmias cardíacas, além de outras variáveis relacionadas às doenças cardiovasculares.

Holter

É um aparelho composto por um monitor na cintura do paciente, de forma não invasiva, por 24 horas. A finalidade do exame é detectar, registrar, quantificar e calcular a variação do ritmo cardíaco durante as atividades diárias habituais do paciente.

Mapa

É um aparelho composto por um monitor leve e pequeno, colocado na cintura, que conectado por um tubo plástico fino a uma braçadeira colocada no braço, tem como objetivo analisar o comportamento da pressão arterial durante a vigília e o sono, como também durante eventuais sintomas como tontura, dor no peito e desmaio. Além disso, possibilita a avaliação da eficácia do tratamento anti-hipertensivo.

Eletroencefalograma e Mapeamento Cerebral

O eletroencefalograma, também conhecido pela sigla EEG, é um exame de análise da atividade cerebral espontânea que tem como principal objetivo estudar o desempenho e funcionamento elétrico do cérebro, de modo que também seja possível diagnosticar possíveis problemas neurológicos. No caso do eletroencefalograma com mapeamento cerebral, um verdadeiro 'mapa' das regiões cerebrais é disponibilizado para análise imediata.

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma, também chamado de ECG, é um exame que analisa o desempenho do coração, avaliando o ritmo, a velocidade e a quantidade dos batimentos. É um exame indolor, não-invasivo e bastante comum em investigações de doenças cardíacas.

Ressonância Magnética

A Ressonância magnética (RM), é um exame de imagem capaz de mostrar com alta definição as estruturas internas dos órgãos, sendo importante para diagnosticar inúmeras patologias como: aneurismas, tumores, alterações nas articulações ou outras lesões nos órgãos internos, sendo avaliados nas sequências axiais, coronais e sagitais.

Tomografia Computadorizada Multislice

A tomografia computadorizada é um exame cujo funcionamento é semelhante ao raio-X, onde são utilizados esses mesmos raios para obter imagens mais precisas de partes internas do paciente (ossos, órgãos e outras estruturas), então, a máquina que executa a tomografia produz radiografias transversais (axiais), que são reformatadas em imagens coronais e sagitais, e que podem ser reconstruídas em 3D com a ajuda de um software.